Buscar
  • Kássio Augusto Tomazelli

Saiba o que mudou no pagamento das Verbas Rescisórias com a Reforma Trabalhista

Primeiramente, importante destacar, quais determinações possuíam vigência antes da reforma trabalhista (Lei Federal 13.467/2017). Até então, o pagamento das parcelas constantes do instrumento de rescisão ou recibo de quitação deveria ser efetuado nos seguintes prazos:


a) Até o primeiro dia útil imediato ao termino do contrato; ou

b) Até o décimo dia, contado da data da notificação da demissão, quando da ausência do aviso prévio, indenização do mesmo ou dispensa de seu cumprimento.


pagamento verbas rescisórias rescisão contrato de trabalho reforma trabalhista

Com a entrada em vigor da Lei 13.467 em novembro de 2017 (reforma trabalhista), o empregado desligado da empresa, com o término do contrato de trabalho deverá receber os valores referentes à rescisão até o décimo dia após o término do contrato de trabalho como elenca o Artigo 477 § 6º da CLT:


§ 6º A entrega ao empregado de documentos que comprovem a comunicação da extinção contratual aos órgãos competentes bem como o pagamento dos valores constantes do instrumento de rescisão ou recibo de quitação deverão ser efetuados até dez dias contados a partir do término do contrato.


Você empregador ou empregado que quer saber das novas regras trazidas pela Reforma Trabalhistas, e seus novos benefícios, direitos e deveres, entre em contato com um advogado de sua confiança e busque a atualização necessária.


#direitotrabalhista #reformatrabalhista #CLT #empregador #empregado #rescisão #contratodetrabalho #pagamento #verbasrescisórias



Não esqueça de nos seguir nas redes sociais:


https://www.linkedin.com/in/k%C3%A1ssioaugustotomazelli/

https://www.facebook.com/tomazelliecortinaadv/

https://www.instagram.com/tomazelliecortinaadv/

https://kassiotomazelli.jusbrasil.com.br/


Obrigado!


185 visualizações0 comentário