Buscar
  • Kássio Augusto Tomazelli

Você sabe qual a função do porteiro no condomínio? Listamos algumas funções e responsabilidades.




Todos nós sabemos que o porteiro é figura importante nos grandes condomínios, por exemplo, é ele a primeira impressão do condomínio, é quem controla o acesso dos visitantes, dos prestadores de serviços, corretores imobiliários e assim por diante. Contudo, ainda é duvidosa à grande parte dos condôminos, quais são as funções do porteiro e suas responsabilidades.


Atentos a isso, buscamos elencar algumas dessas com o fim de esclarecer de uma vez por todas, o que, quando e em que situações são possíveis solicitar auxilio e cobrar esses profissionais.


1- CONTROLE DE ACESSO DE VISITANTES: conforme mencionado acima, é o porteiro que faz o controle dos visitantes, tanto de entrada como de saída, o mesmo pode barrar a passagem quando o morador não autorizar a entrada, ou solicitar que aguardem a descida do morador em caso de dúvidas sobre quem é o visitante.


2- RECEBIMENTO DE ENCOMENDAS: Essa função depende muito do que diz a Convenção Condominial, se os estranhos podem efetuar a entrega diretamente ao morador, ou se não podem entrar no condomínio devendo ser recebidas na portaria. A maioria das convenções prevê que as encomendas deverão ser recebidas pelo morador na portaria, então nesse caso quando se tratar de lanches ou comidas, o porteiro deve interfonar na unidade para que o morador venha receber a encomenda, e se for alguma entrega de transportadora ou correio, caso não haja ninguém na unidade, pode receber a encomenda na portaria comunicando o destinatário, ou ao final do expediente, também quando previsto em convenção, se fará a entrega dos recebidos.


3- RECEBIMENTO DOS PRESTADORES DE SERVIÇO: Cabe ao porteiro fazer a identificação dos profissionais que adentrarão no condomínio, e verificar sua autorização. Nesse aspecto é importante frisar que se deve ter uma Convenção Condominial e um Regimento Interno bem pensado, para que a função seja desempenhada com maior efetividade e menor risco. O indicado é que as unidades com obras internas do condomínio comuniquem à empresa que prestará os serviços e os profissionais que necessitarão de autorização para entrada, assim haverá um registro prévio dos prestadores. Quando forem agentes de concessionárias ou empresas de TV e Internet, se solicitados por moradores, que seja comunicado o agendamento da visita previamente, ou se agendado pelo síndico e pela administradora que sejam consultados a respeito da data, e da autorização, sempre buscando a identificação individualizada dos profissionais, tendo em vista que a maior parte dos assaltos em condomínios se origina de golpes de assaltantes que se passam por profissionais dessas empresas. Quanto aos corretores de imóveis, cabe ao síndico exigir das unidades à venda ou à locação, a informação das imobiliárias que serão encarregadas, formando um cadastro dos corretores dessas que estarão autorizados a entrar no condomínio.


A função parece simples, mas recai bastante responsabilidade, para auxiliá-los na boa prestação de suas funções é indicado aos condôminos que não peçam ao mesmo para descumprir as regras do condomínio, que carreguem sacolas de compras, manobrem carros no estacionamento, “fique de olho” nas crianças, sempre permita a visita de “tal pessoa”, guarde chaves das unidades e automóveis e assim por diante.


#direitocondominial #portaria #porteiro #síndico #síndicoprofissional #assessoriajurídica #prevenção #condomínio #vidaemcondomínios



Fonte: www.sindiconet.com.br


Leia também:


8 dicas importantes de como lidar com a perturbação de sossego no condomínio!


Furtos nas áreas comuns, é responsabilidade do condomínio?



42 visualizações
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook ícone social